Referências

Movimento Sensível, Psicopedagogia Perceptiva e as Fascias

O Movimento Sensível é uma constante pesquisa sobre a experiência de viver em profunda relação com o corpo. 

...Estão no corpo os nossos conflitos, as resistências, as forças conservadoras e repetitivas; e estão também, no mesmo corpo, as soluções dos problemas, os impulsos para a criação, as forças renovadoras e o movimento que nos orienta sempre para o crescimento e para a evolução. 

O Movimento Sensível enquanto pedagogia do movimento é um quadro em constante processo de pintura. 

A cor da qual me sirvo predominantemente é a Psicopedagogia Perceptiva. 

A Psicopedagogia Perceptiva consiste em um método, criado pelo educador Danis Bois (www.cerap.org), voltado para o acompanhamento dos processos de transformação perceptivos, cognitivos e comportamentais. 

Esta pedagogia, também conhecida como Pedagogia do Sensível, desenvolve diferentes instrumentos com o objetivo de abrir um leque flexível e renovador de relação com o corpo. 

A abordagem deste método, em sua especificidade, desenvolve-se na relação com o movimento interno, um movimento contido no interior da matéria corporal: a força dinâmica de auto regulação do corpo. 

Este movimento, enquanto força consciente vital, integra-se ao tônus pelas fáscias distribuindo-se por todo o organismo vivo. Esta consciência que se move no seio da matéria encontra no corpo uma rede de circulação e comunicação: o tecido conectivo. E assim percorre também a interioridade dos ossos, órgãos e demais tecidos.

A segunda cor abundantemente presente neste trabalho é a investigação do movimento pelas fáscias feita, fundamentalmente, através da Universidade da Fáscia. 

E a terceira cor onipresente neste quadro são as práticas artísticas oriundas da minha biblioteca interior referentes às experiências profissionais no teatro e às experiências de formação, da graduação ao pós doutorado em Artes Cênicas, somadas a minha especialização em Psicopedagogia Perceptiva. 

Como artista pedagoga deste trabalho, para finalizar esta paleta, devo explicitar que o meu interesse são as relações humanas. Assim, o Movimento Sensível é uma prática corporal relacional por onde exploramos constantemente os movimentos de continuar- cotidianamente- inventando a vida juntos e juntas.